Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Propostas da ESAD para a OLI no mercado em 2013

Diana Marques, Margarida Pereira e Igor Sampaio venceram o concurso de desenho de uma placa de comando para autoclismos interiores, promovido pela OLI em parceria com a Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), revela a empresa em comunicado.

No entender do júri, constituído por Francisco Aires Mateus e Fernando Brízio, os três projetos premiados dos alunos da licenciatura em Design Industrial “desvendaram novas formas de encarar o espaço do banho” e “comprovam o valor do design cem por cento português”.

António Oliveira, CEO da OLI, revela que estas iniciativas serão repetidas, na medida em que “a empresa está aberta à comunidade e em permanente contato com as Universidades, onde tem desenvolvido soluções inovadoras através da enorme ambição e o forte espírito criativo de estudantes portugueses”.

Em competição estiveram mais de 50 projetos e nove foram apurados para a final. As três propostas vencedoras devem chegar ao mercado em 2013.

A OLI é líder ibérico na produção de autoclismos e mecanismos e dedica-se à conceção, industrialização, produção e comercialização de sistemas de instalação sanitária (autoclismos e mecanismos) para a indústria cerâmica. A empresa fundada em 1954, em Aveiro, é hoje uma das empresas portuguesas com mais patentes na Europa e uma das que mais investe em proteção de patentes em Portugal.

A OLI emprega cerca de 350 colaboradores e produz mensalmente cerca de meio milhão de produtos. Está presente em cerca de 40 países da Europa, África e Médio-Oriente.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.