Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Indústria e turismo de braços dados na Marinha Grande

A Câmara Municipal da Marinha Grande vai implementar uma rede de circuitos turísticos e industriais, este ano. O objetivo é divulgar e valorizar o património industrial e as potencialidades turísticas do território, revela a autarquia em comunicado.

Na sessão de apresentação do projecto, que decorreu no dia 27 de Março, estiveram representadas entidades como: CEFAMOL; CENTIMFE; MG Wax; Bourbon AP; CCSIMÕES; Morais Matias; Gallo Vidro, Normax, Crisal, Plimat, Espaçoplás, KLC.

O objetivo da reunião foi propor a criação de “Circuitos Industriais”, a fim de juntar dois setores distintos, a indústria e o turismo, oferecendo uma descentralização da oferta turística ao longo do ano, abarcando o património industrial com visitas às empresas, destacando-se os setores do vidro, dos moldes e plásticos, mas onde também se incluem empresas de outras áreas.

Pretende-se ainda conjugar a preservação do espólio industrial do concelho com a divulgação de unidades fabris e centros tecnológicos, bem como dinamizar a economia e o potencial turístico do concelho.

Estas visitas terão como principal propósito dar a conhecer o funcionamento e os produtos de cada empresa, proporcionando experiências únicas, através da visita às empresas em laboração.

A criação de uma rede de “Circuitos Industriais” tem como público-alvo estudantes e público em geral.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.