Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IP Leiria forma diplomados da Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Mandarim

O Instituto Politécnico de Leiria (IP Leiria) vai proporcionar formação em Mandarim para os diplomados da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), nas áreas das engenharias, tecnologias e gestão. Trata-se de uma iniciativa conjunta de duas escolas do Politécnico de Leiria, da ESTG e da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), onde já é ministrada a licenciatura de Tradução e Interpretação Português-Chinês e Chinês-Português e outras iniciativas ligadas a esta língua, revela a instituição de ensino em comunicado.

Como explica Luís Barbeiro, diretor da ESECS, «a aprendizagem da língua chinesa, uma das línguas mais faladas na atualidade, representa uma mais-valia e uma oportunidade, enquanto instrumento de trabalho para um número cada vez mais elevado de profissionais e de empresas nacionais nomeadamente do setor energético». «Será, seguramente, uma vantagem competitiva no mercado de trabalho atual, no que diz respeito ao desenvolvimento de competências de comunicação, dando resposta ao desenvolvimento crescente das relações económicas entre a Europa, designadamente Portugal, e a China», salienta.

Já Luís Távora, diretor da ESTG, explica que «a iniciativa surge enquadrada na estratégia desta escola superior, onde se procura que a oferta formativa esteja alinhada com as necessidades das entidades empregadoras, em particular nas áreas económica e das engenharias e tecnologias, face à sua elevada seletividade e grande dinamismo». «Com esta orientação e postura tem sido possível assegurar uma adequada integração dos nossos diplomados no mercado de trabalho, com elevadas taxas de empregabilidade», salienta.

Segundo o diretor da ESECS, a licenciatura em Tradução e Interpretação Português-Chinês e Chinês-Português tem «caraterísticas únicas a nível nacional, possibilitando, em regime de reciprocidade, o intercâmbio de estudantes portugueses e chineses, possibilitado pela cooperação entre as três instituições: o IPL, o Instituto Politécnico de Macau e a Beijing Languages and Cultures University».

O curso de Mandarim para os diplomados de engenharia, tecnologia e gestão da ESTG deverá ter início em março, em data a divulgar oportunamente. O formador será o professor Yu Xiang, docente do Instituto Politécnico de Macau, atualmente a exercer funções docentes na ESECS.

O professor Yu Xiang é doutorado em Linguística pela Universidade de Aveiro (com a dissertação intitulada “Contributo para a análise dos advérbios em Português e em Chinês”. Participou como orador em vários congressos internacionais e possui vasta obra publicada. «Trata-se de um profissional com longa experiência no ensino do Mandarim e com experiência em instituições tão diversas como a Universidade de Aveiro, a Universidade de Macau e o Instituto Politécnico de Macau, entre outras», refere Luís Barbeiro.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.