Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Ministério da Economia reúne com empresas interessadas em Angola

O Ministério da Economia e do Emprego vai reunir-se esta semana com empresas portuguesas interessadas em investir em Angola para informá-las dos resultados de uma reunião hoje entre os ministros português e angolano, disse fonte oficial.

O ministro português, Álvaro Santos Pereira, e o homólogo angolano, Abraão Gourgel, reuniram-se hoje em Lisboa e decidiram reforçar a cooperação, tanto a nível do desenvolvimento industrial de Angola, como ao nível da cooperação económica, no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Do encontro saiu a decisão de reunir, ainda esta semana, empresários portugueses interessados em investir em Angola, que serão informados das áreas em que o Governo angolano quer apostar, nomeadamente a indústria agro-alimentar e o setor dos serviços.

O ministro angolano manifestou a intenção do governo de Luanda de dinamizar os seus sete pólos industriais através da entrada de empresas portuguesas e recordou a disponibilidade, em Angola, do financiamento que atualmente é difícil em Portugal.

Comprometeu-se também a reduzir a burocracia, agilizando o processo de licenciamento para os projetos que as empresas portuguesas queiram levar para Angola.

O Governo angolano procura ainda know-how técnico junto das empresas portuguesas, bem como formação profissional, áreas em que o Estado português poderá contribuir.

Os dois ministros voltam a reunir-se ao final da tarde de hoje num jantar-conferência em Lisboa, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Angola-Portugal, que será precedido de um encontro com jornalistas.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.