Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Ford anuncia plano de cinco anos para fábricas «verdes»

A Ford anunciou hoje que colocou em marcha um plano de medidas a cinco anos para atingir a meta de ser o mais ‘verde’ na Europa no fabrico de carros.

Segundo a agência Efe, a intenção da Ford é reduzir os resíduos das fábricas em 70 por cento e a água em 30 por cento, sendo que este compromisso afeta as fábricas de Genk (Bélgica), Amussafes (Espanha), Saarlouis y Colonia (Alemanha) e Southampton, Bridgend e Dagenham (Reino Unido).

O compromisso de 70 por cento nos resíduos não processados supõe tratar 5 quilos de resíduos por veículo em 2011 a 1,5 quilos em 2016.

Baseando-se numa produção anual de 1,2 milhões de veículos, a Ford compromete- se a reduzir a utilização da água em 30 por cento, poupando 2,3 milhões de euros por ano e 1,3 mil milhões de litros de água, equivalente a uma poupança média de 1.100 litros por cada carro produzido.

“Este plano representa o nosso compromisso para reduzir o impacto que Ford gera no meio ambiente antes e depois dos nossos clientes usem o carro”, disse Stephen Odell, presidente da Ford Europa.

Este anúncio é uma continuação de ações anteriores que ajudaram a que a Ford Europa se converta na companhia global que menos resíduos produz, já que baixou em 40 por cento desde 2007.

A marca norte-americana explicou que, em primeiro lugar, trabalhará com os colaboradores para reduzir os recursos empregues no processo de produção, a seguir reduzirá a quantidade de resíduos gerados pelo processo de fabricação e, finalmente, assegurará que seja cada vez maior a quantidade de resíduos utilizada para produzir energia.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.