Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Governo decide extinguir Lojas da Empresa

O Governo vai extinguir as Lojas da Empresa e substituí-las por Balcões do Empreendedor, a instalar nas Lojas do Cidadão de seis cidades, permitindo poupar mais de 400 mil euros/ano, anunciou o secretário de Estado Feliciano Barreiras Duarte.

Segundo uma nota enviada à agência Lusa, a «reestruturação e a reorganização das Lojas da Empresa» permitirão uma poupança estimada em mais de 400 mil euros por ano, nomeadamente através da redução do pagamento das rendas dos espaços ocupados por estes serviços de apoio aos empreendedores.

De acordo com o gabinete do secretário de Estado Adjunto do ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte, será «extinta a Loja da Empresa de Lisboa e transferido o Balcão do Empreendedor aí existente para uma das Lojas do Cidadão da cidade ou para um espaço físico mais reduzido que reúna as condições adequadas ao funcionamento do balcão e à manutenção da parceria» com a Câmara Municipal de Lisboa.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.