Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Empresa de Leiria produz LCD transparentes espelhados capazes de detectar movimentos

Uma empresa de Leiria está a iniciar a comercialização de LCD transparentes espelhados, capazes de detetarem movimentos e o género da pessoa refletida, disse à Lusa o diretor-geral da Sendae, Pedro Azevedo.

“Trata-se de um LCD que consegue criar um efeito holográfico e com grande potencial ao nível da interatividade”, sublinhou aquele responsável, revelando que a empresa trabalha com a Universidade do Minho ao nível do ‘software’.

Uma aposta passa pelo Reino Unido, que “é o maior mercado na área do digital fora de casa e está sedento deste tipo de produtos por causa das Olimpíadas de 2012 [em Londres]”, realçou o diretor-geral da empresa.

Com o LCD transparente espelhado, mais vocacionado para aplicações comerciais, “será possível a pessoa ver-se ao espelho quando ensaia uma peça de roupa numa loja, enquanto o LCD lhe transmite informação sobre o produto ou acessórios”, explicou Pedro Azevedo, que é um dos três fundadores da Sendae.

Isto é possível porque o LCD integra um ‘software’ que deteta movimentos e possui a capacidade de identificar o género da pessoa espelhada.

Fundada em Leiria em fevereiro deste ano, “centrada só na tecnologia do LCD transparente”, a Sendae, segundo Pedro Azevedo, já conseguiu garantir preços para competir com fabricantes asiáticos.

“O valor base do LCD espelhado de 22 polegadas rondará os 930 euros e o de 46 polegadas os 2.115 euros”, disse.

O LCD, que pode surgir na forma de um cubo ou de uma caixa, fixo numa parede ou num balcão, está a ser negociado, para além do Reino Unido, nos mercados russo, espanhol, norte-americano, francês, chileno e australiano, informou o diretor-geral da Sendae.

O investimento global, nesta fase, está estimado em 80 mil euros, segundo a empresa.

“A verba respeita sobretudo à parte da investigação, ao desenvolvimento do produto, à fase de testes e à fabricação de protótipos, mas também a ações de marketing e promoção interna e externa”, explicou Pedro Azevedo, acrescentando que “O LCD é fruto de várias parcerias com fornecedores”, mas montado na própria empresa.

“A carteira de clientes que for angariada irá posteriormente determinar o montante a investir no fabrico”, precisou o responsável da Sendae que, para além dos três sócios, conta com mais cinco colaboradores.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.