Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Superávit primário do Brasil duplica para 4.500 M€ em Outubro

As contas do governo central brasileiro registaram no mês de Outubro um superávit primário de 11,3 mil milhões de reais (cerca de 4,5 mil milhões de euros), mais do dobro do alcançado em Setembro, informou hoje o Banco Central.

Em Setembro, as contas do governo central apresentaram um resultado positivo de 5,4 mil milhões de reais (aproximadamente 2,2 mil milhões de euros).

Mas o resultado divulgado hoje também representa uma forte subida comparativamente a Outubro de 2010, quando o saldo foi de 7,8 mil milhões de reais (cerca de 3,1 mil milhões de euros).

O cálculo do superávit primário tem em consideração as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central.

No período em análise, o Tesouro Nacional obteve um saldo positivo de 12,7 mil milhões de reais (5,1 mil milhões de euros), enquanto a Previdência Social registou um saldo negativo de 1,3 mil milhões de reais (cerca de 522 milhões de euros) e o Banco Central um défice de 72 milhões de reais (cerca de 29 milhões de euros).

No acumulado do ano até Outubro, o superávit chega a 86,6 mil milhões de reais (34,8 mil milhões de euros).

O resultado indica que o governo está próximo da meta estipulada para o ano, que é de 91,8 mil milhões de reais (cerca de 36,9 mil milhões de euros).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.