Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Quase metade dos milionários da China tenciona emigrar

Quase metade dos milionários chineses tenciona emigrar, nomeadamente para o Canadá e os Estados Unidos, indica uma sondagem divulgada hoje na imprensa oficial.

Numa songagem feita a 980 pessoas com uma fortuna superior a dez milhões de yuan (1,120 milhões de euros), 46 por cento dos inquiridos disseram que estavam a pensar radicar-se fora da China, apontando a “melhor educação dos filhos”, “proteção do património” e “incerteza política” como as principais razões para emigrar.

A sondagem foi feita pelo Instituto Hurun e o Bank of China, entre maio e setembro passado, em Pequim, Xangai, Cantão e 15 outras grandes chineses.

Em média, os milionários que responderam ao inquerito têm 42 anos de idade e um terço deles já possui investimentos fora da China, sobretudo no setor imobiliário.

O Instituto Hurun publica anualmente uma lista das pessoas mais ricas da China idêntica ao «ranking» mundial dos milionários elaborado pela revista norte-americana Forbes.

De acordo com a última lista da Hurun, divulgada na primavera, o número de chineses com mais de 10 milhões de yuan subiu 9,7 por cento em relação a 2010, para 960.000, entre os quais 60.000 super-ricos, com uma fortuna superior a 100 milhões de yuan (12,120 milhões de euros).

Pequim é a cidade com maior número de milionários, 170.000, o que corresponde a menos de um por cento da população do município.

Pelas estatísticas oficiais, o rendimento anual «per capita» nas zonas urbanas da China aumentou 81 por cento desde 2006, para 19.109 yuan (2.140 euros).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.