Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Nobel Economia 2011 «vem recordar a crise que vivemos»

O bastonário da Ordem dos Economistas disse que a entrega do prémio Nobel da Economia aos norte-americanos Thomas Sargent e Christopher Sims vem recordar a crise que se vive atualmente «resultado de distorções na política macroeconómica».

Rui Leão Martinho, em declarações à Lusa, afirmou que, numa altura em que «o mundo está a caminhar para uma nova recessão, parece-me bem que o Nobel fosse atribuído a Sargent e a Sims porque o seu trabalho se baseia nos fundamentos das boas práticas económicas».

Para o bastonário, os métodos desenvolvidos por ambos «constituem ferramentas essenciais de análise», até porque, mais precisamente Thomas Sargent, «mostrou como um modelo económico é utilizado para analisar mudanças permanentes na política económica» enquanto que Christopher Sims revelou como «um modelo pode ser utilizado para analisar mudanças temporárias na política económica e como a economia é afetada por aquelas».

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.