Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

S&P acredita que recuperação da banca europeia «estagnou»

A agência de notação financeira Standard & Poors acredita que a recuperação do setor bancário europeu «estagnou» e adverte para as perdas na banca caso a Europa volte a mergulhar numa recessão.

“Se a zona euro voltar a cair em recessão, antevemos um aumento das perdas de crédito. A magnitude das perdas dependerá da profundidade e da duração da recaída”, refere a agência num comunicado sobre o setor bancário europeu hoje divulgado.

De acordo com o documento, citado pela EFE, “se a segunda recessão for da mesma magnitude daquela que ocorreu em 2008-2009, as perdas de crédito poderão superar as de então”, uma vez que as instituições financeiras que sofreram um processo de reestruturação estão ainda numa situação bastante débil.

A Standard & Poor’s faz ainda um diagnóstico da situação do setor financeiro que, segundo destaca, sofreu um “esgotamento” no processo de recuperação que se iniciou após a última crise.

A agência de ‘rating’ destaca ainda que por detrás desta desaceleração estão as piores expetativas de crescimento na zona euro: a aversão ao risco e a volatilidade atual dos mercados financeiros.

De acordo com a Standard & Poor’s, a recuperação da banca dependerá do modo como se “restaurar a ordem nos mercados da dívida soberana, se aumentar a confiança nos mercados interbancários e se evitar a queda numa segunda recessão na Europa”.

A falta de confiança que domina os mercados, destaca ainda o comunicado, acabou por encarecer o financiamento bancário e bloquear o acesso a alguns bancos.

Outro fator negativo apontado pela Standard & Poor’s como prejudicial para os bancos é a perda de valor da dívida soberana, que provoca uma depreciação na sua carteira de títulos de dívida, deixando para os Governos o respetivo resgate.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.