Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

EUA: 17 bancos e instituições financeiras sob investigação

Um total de 17 bancos e instituições financeiras nos EUA estão a ser investigados por fraude e falsificação de documentos em empréstimos imobiliários de risco (subprime), informou sexta-feira o regulador financeiro norte-americano.

Bank of America, Goldman Sachs, Citigroup, HSBC, Barclays e Deutsche Bank são algumas das entidades visadas, por alegadamente não terem verificado a qualidade dos empréstimos.

A Agência Federal de Financiamento Imobiliário especificou, em comunicado, que a investigação respeita a alegadas fraudes cometidas antes da chamada crise do subprime, em 2008.

O objetivo da investigação, revelou a entidade, é “recuperar as perdas” financeiras infligidas a duas grandes empresas de empréstimos imobiliários, a Fannie Mae e o Freddie Mac.

A atual crise financeira global teve origem no colapso do mercado imobiliário de alto risco dos Estados Unidos, vulgarmente designado por ‘subprime’, composto por pessoas de menores rendimentos, empregos precários ou mesmo desempregados.

Para o desenvolvimento do subprime, além da excessiva ‘liberalidade’ da banca, contribuíram dois fatores de peso: por um lado, as baixas taxas de juro que a Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) praticou durante anos; e, por outro, as políticas estatais de incentivo à compra de casa própria por parte das famílias de menores recursos, postas em prática através de duas grandes instituições semi-públicas que garantiam a maior parte dos créditos à habitação concedidos pela banca nos Estados Unidos, a Fannie Mae e o Freddie Mac.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.