Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Venezuela: Chávez nacionaliza produção de ouro

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou esta quarta-feira que, nos próximos dias, vai aprovar a nacionalização da produção de ouro para converter em reservas internacionais.

«A actividade de exploração do ouro vai ser nacionalizada e convertida em reservas internacionais. Temos 12 ou 13 milhões de dólares em ouro», disse Chávez ao telefone com a emissora estatal Venezuelana de Transmissão.

Hugo Chávez precisou que o novo instrumento legal será aprovado no âmbito da Lei Habilitante, aprovada pelo anterior parlamento e que concede ao presidente poderes especiais para legislar por decreto.

Explicou que a sul do Rio Orinoco, no estado venezuelano de Bolí­var (sul), a Venezuela tem uma das «maiores reservas mundiais» em ouro, bauxita, ferro e pedras preciosas. «Vamos converter isso em reservas internacionais, porque o ouro continua a aumentar de valor».

Segundo o Banco Central da Venezuela (BCV), as reservas de ouro ascendem a 364 toneladas.

Uma resolução emitida pelo BCV, a 05 de Maio de 2009, estabelece que pelo menos 70 por cento do ouro extraí­do legalmente na Venezuela deve ser usado internamente, podendo os restantes 30 por cento serem usados para exportação.

Observadores disseram que a nacionalização do ouro vai permitir ao governo combater a actividade mineira ilegal, numa altura em que o preço do ouro atinge valores recordes, na sequência da crise da dí­vida na Europa e nos Estados Unidos.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.