Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Paris e Berlim querem cortar fundos a quem não reduza défice

Bruxelas deveria cortar os fundos estruturais e de coesão aos Estados-membros da União Europeia (EU) que não consigam reduzir o défice, defenderam hoje a Alemanha e a França numa carta ao presidente da união, Herman Van Rompuy.

“No futuro, deveriam ser suspensos os pagamentos dos fundos estruturais e de coesão aos países da zona euro que não sigam as recomendações dos procedimentos de défice excessivo”, escreveram o presidente francês Nicolas Sarkozy e a chanceler alemã Angela Merkel, numa carta citada pela agência noticiosa France Presse.

Países como Portugal, a Grécia, Espanha, Itália e mesmo a Irlanda — as economias que mais têm vindo a sofrer com a crise de dívida pública na zona euro — são grandes recetores de fundos estruturais e de fundos de coesão.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.