Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Ajuda externa: Governo fará balanço após avaliação da troika

O Governo não vai fazer, pelo menos nos próximos dias, qualquer balanço sobre a aplicação das medidas previstas no âmbito do programa de assistência financeira, podendo, no entanto, fazê-lo no final da avaliação da ‘troika’, em meados de agosto.

De acordo com uma fonte oficial de São Bento, o Executivo liderado por Pedro Passos Coelho não tem prevista, pelo menos para os próximos dias, qualquer divulgação de um balanço com as medidas previstas para julho, o que deixa antever que a avaliação só deverá ser feita depois das reuniões que estão a decorrer com os técnicos da ‘troika’ e cujo objetivo é aferir o grau de execução do programa de assistência financeira, mas mesmo isto não é confirmado oficialmente pelo gabinete do primeiro-ministro.

Na quinta-feira, o ministro das Finanças lembrou que o facto de algumas decisões constantes no acordo com a ‘troika’ não serem anunciadas não quer dizer que não tenham sido tomadas, impossibilitando, assim, que se afirme se o programa está, ou não, a ser cumprido.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.