Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Agência de rating portuguesa prestes a ser aprovada pela ESMA

A aprovação do registo da Companhia Portuguesa de Rating (CPR) está para breve, indicou hoje o director da empresa, Pedro Braga da Cruz, afirmando que o registo junto do regulador europeu reforça o potencial de internacionalização das agências europeias.

“Encontramo-nos em processo de registo junto da ESMA (European Securities and Markets Authority), que estará provavelmente para breve, tal como se encontram muitas outras agências” europeias, concretizou Pedro Braga da Cruz à agência Lusa.

A ESMA, ou Autoridade Europeia dos Mercados de Valores Mobiliários, é a agência europeia independente responsável pela transparência e pelo funcionamento dos mercados de capitais e coordena os reguladores de bolsa da União Europeia (EU).

Após mais de seis meses de um processo que envolveu a entrega de informação e uma fase de perguntas e respostas, a CPR espera que a decisão positiva possa sair nas próximas semanas.

“Não me cabe a mim definir uma data para quando as autoridades vão tomar uma decisão, mas da mesma forma que sobre outras agências de rating têm vindo a tomar decisões, é normal que venham a tomar uma decisão sobre a CPR mais semana, menos semana”, acrescentou Pedro Braga da Cruz.

“Pode sempre haver necessidade de dar mais alguma informação, portanto não me cabe dizer quando é que as autoridades vão tomar uma decisão sobre o registo”, reforçou.

O registo na ESMA é essencial para as empresas de notação financeira poderem ter as portas abertas, mesmo no mercado interno, mas Pedro Braga da Cruz sublinhou também o papel do registo no reforço do sistema europeu de agências de rating.

“Para além de ser um potencial de internacionalização das agências locais para toda a Europa, respondendo assim à necessidade de ter agências de rating a nível europeu, é, antes de mais, uma necessidade absoluta para poder continuar a actuar no mercado da mesma forma que cada uma das agências já vinha a actuar até aqui”, referiu.

A CPR atribui notações de risco desde 1988 no mercado português e tem actualmente cerca de 30 clientes.

A empresa esperava ter concluído o processo de registo na ESMA em Junho.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.