Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

SaeR: Corte TSU deve ser superior a 4 pontos para ter efeitos

O presidente da SaeR defendeu hoje que a redução da Taxa Social Única (TSU) tem de ser maior do que quatro pontos percentuais para ter efeitos positivos na economia, mas aconselhou que esta seja apenas para os setores exportadores.

«Uma redução de quatro por cento não me parece que tenha grande impacto, terá de ser muito mais significativa. A CIP- Confederação Empresarial Portuguesa falou no corte para 15 por cento e a essa nível já fará mais sentido», disse Poças Esteves, à margem da apresentação do relatório trimestral da Sociedade de Avaliação Estratégica e Risco (SaeR).

No entanto, o presidente da SaeR lembrou que «reduzir significativamente a taxa social única poderá criar necessidade de fazer a correção, aumentando os impostos», pelo que esse corte tem de «ser cirúrgico e em setores onde tenha impacto, como nas exportações».

Segundo Poças Esteves, só deste modo será possível que o “impacto na economia seja muito mais positivo do que o impacto negativo que irá ter com o eventual aumento dos impostos”.

A redução da Taxa Social Única já estava prevista no memorando de entendimento com a ‘troika’ e foi assumida pelo novo Governo do PSD/CDS-PP de modo a conseguir uma “redução substancial” nos custos das empresas, a compensar com mais cortes na despesa e ainda “medidas na área dos impostos indirectos”.

“Há um jogo de equilíbrio que tem de ser cuidadoso”, reiterou Poças Esteves.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.