Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Mais de 3 mil imóveis entregues aos bancos no 1º semestre

Mais de 3.000 imóveis foram entregues aos bancos no primeiro semestre deste ano em dação em pagamento, isto é, em resultado de incumprimento nos créditos à habitação e à construção, segundo dados divulgados hoje pela APEMIP.

De acordo com as análises sobre as dinâmicas imobiliárias nacionais da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), «ao longo dos seis primeiros meses de 2011 foi possível contabilizar cerca de 3.060 imóveis entregues em dação em pagamento».

Só em junho foram entregues «cerca de 600 [imóveis], um dos resultados mais penalizadores desde o início do ano», refere a associação.

As áreas metropolitanas de Lisboa e Porto concentram metade das ocorrências relativas a imóveis entregues em dação em pagamento em Portugal este ano, diz a APEMIP.

Estes dados, acrescenta a associação, “permitem constatar uma crescente concentração deste fenómeno nos grandes centros urbanos, não apenas por efeito de incumprimento por parte das famílias, mas também por uma certa incapacidade de escoar produto, em resultado das crescentes limitações que condicionam a fileira”.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.