Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Baixa do rating da Irlanda é «incompreensível», diz CE

A Comissão Europeia (CE) qualificou hoje como “incompreensível” a decisão da agência de notação financeira Moody´s de baixar o rating da dívida soberana da Irlanda para o nível considerado junk (lixo).

“A nossa reação é que esta notação neste momento é incompreensível”, declarou a porta-voz da Comissão Europeia, Pia Ahrenkilde, durante uma conferência de imprensa em Bruxelas, salientando que “a Irlanda está no bom caminho”, apesar de serem necessários ainda “muitos esforços” e de Dublin não poder “descansar sobre os seus louros”.

Na terça-feira, a Moody´s baixou em um escalão o rating da dívida soberana da Irlanda – passando do nível Baa3 paraBa1 – face à “crescente possibilidade” de o Governo irlandês necessitar de “mais financiamento” quando o atual fundo de ajuda da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI) acabar em 2013.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.