Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Troika disponibiliza 1.000 M€ para a banca até final de Junho

A troika vai transferir, até final de Junho, mil milhões de euros para uma conta específica do Banco de Portugal, valor que ficará imediatamente disponível para ser usado pelos bancos com vista à sua capitalização, de acordo o FMI.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou hoje o memorando sobre as políticas económicas e financeiras do plano de ajuda externa a Portugal. Segundo o memorando técnico de entendimento, “mil milhões de euros serão disponibilizados em dinheiro e colocados numa conta à parte do Banco de Portugal até ao fim de Junho de 2011”, num mecanismo semelhante ao que foi executado no caso da ajuda externa à Grécia.

Este valor faz parte dos 12 mil milhões destinados aos bancos na primeira versão do memorando de acordo com a ‘troika’, do pacote global atribuído a Portugal de 78 mil milhões de euros. Ainda segundo o FMI, “o remanescente” para os 12 mil milhões previstos no fundo de apoio aos bancos será depositado num conta específica de acordo “com as necessidades de capital dos bancos” tendo em conta as revisões do programa de ajustamento.

Os 12 mil milhões estarão disponível para os bancos caso estes, em operações de mercado, não consigam cumprir as metas impostas pelo acordo inicial de atingir o rácio de capital ‘core tier 1’ (capital sobre os activos ponderados de risco) de nove por cento até final deste ano e 10 por cento em 2012. Além disso, como já estava previsto, os bancos terão ainda à sua disposição a extensão de um fundo de garantia até 35 mil milhões de euros para a emissão de obrigações dos bancos.

O BCP anunciou no final de Maio que ia avançar com uma operação de financiamento de 1,75 mil milhões de euros, com um prazo até três anos, feita com recurso à garantia do Estado.

O Banco Espírito Santo, o Banif e a Caixa Geral de Depósitos também manifestaram a sua intenção de lançar operações de financiamento com recurso a garantias do Estado.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.