Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Japão compra maior fatia da ajuda europeia a Portugal

O Ministério das Finanças japonês comprou 1,1 mil milhões de euros da emissão de 5 mil milhões de euros hoje feita pelo Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) no âmbito do pacote de assistência financeira a Portugal, revelou a entidade.

A procura pelas obrigações a 10 anos do FEEF superou largamente a oferta disponível, com cerca de 100 investidores a apresentarem ordens de compra de 8 mil milhões de euros. “A procura dos investidores veio de todo o mundo e de todos os géneros de investidores. Tal como era esperado, a procura foi particularmente forte por parte da Ásia, com o Ministério das Finanças do Japão a comprar 1,1 mil milhões de euros”, lê-se no comunicado emitido pelo FEEF.

Os fundos da segunda emissão feita pelo FEEF (a primeira foi realizada a 25 de Janeiro, captando 5 mil milhões de euros que serviram para a ajuda à Irlanda) serão disponibilizados a Portugal a 22 de Junho e a entidade já anunciou que será feita uma nova emissão destinada a financiar Portugal até meados de Julho.

Portugal tinha solicitado 3,6 mil milhões de euros ao FEEF, mas a emissão foi de 5 mil milhões de forma a dar uma almofada à entidade que lhe permite ostentar o ‘rating’ AAA. O montante que será entregue a Portugal e os juros que serão cobrados só serão conhecidos mais tarde. Na emissão de hoje, a taxa foi de 3,49 por cento.

O Barclays Capital, o Deutsche Bank e o HSBC foram os bancos que conduziram a operação, que contou também com a participação do Gabinete de Gestão de Dívida da Alemanha.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.