Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Calçado: Patrões e sindicatos chegam a acordo para aumentos

Os industriais do calçado anunciaram terem chegado a acordo com os sindicatos para um aumento salarial de dois por cento para os trabalhadores da fileira em 2011, considerando «justo» premiar o bom desempenho do setor.

«Ainda que seja expectável, nos próximos meses, uma degradação da capacidade competitiva das empresas pela introdução de fortes medidas restritivas à economia portuguesa, a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado entendeu que se deveria premiar os trabalhadores, sendo justo realçar o bom desempenho global do sector que não só cresceu em 2010 como está a evidenciar um registo muito positivo no início do ano», adiantou à Lusa fonte oficial da associação patronal.

Segundo a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado (APICCAPS), o acordo para a revisão do Contrato Coletivo de Trabalho, que abrange cerca de 40.000 trabalhadores, resulta de «meses de intensas negociações» com os sindicatos e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Peles de Portugal (FESETE).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.