Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena vende jornais com sede no Porto, Coimbra e Algarve

O Grupo Lena alienou da totalidade das participações que detinha em jornais com sede no Porto, em Coimbra e no Algarve, reduzindo assim a sua presença no sector da comunicação social. A medida insere-se no anunciado plano de reestruturação e saída de áreas de negócio que considera não estratégicas, revela em comunicado.

A empresa Sojormedia Norte, proprietária do semanário “Grande Porto”, passa a ser detida na totalidade pelo jornalista Rogério Gomes, co-fundador deste semanário, seu director e até agora sócio minoritário do projecto.

Em Coimbra, a empresa editora do “Diário As Beiras”, a Sojormedia Beiras, passa a ser propriedade total do grupo Fapricela, universo empresarial que já participava em 50 por cento do capital do projecto.

No sul do país, o Grupo Lena alienou o semanário “O Algarve” à ACRAL – Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve, a maior associação empresarial algarvia, que criou a empresa Canal Algarve, de que é sócia maioritária, para editar o título.

«O Grupo Lena teve como primeira preocupação nos negócios agora concretizados assegurar às suas marcas um futuro de continuidade, baseado em valores de inovação, dinamismo e crescimento», explica o comunicado.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.