Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

AICEP volta a defender banco para financiar a exportação

O presidente da AICEP voltou hoje a defender a criação de um banco exclusivamente dedicado ao financiamento à exportação, depois de a sua ideia de transformar o BPN numa instituição desse cariz ter sido mal acolhida.

“Vemos a Caixa Geral de Depósitos (CGD) falar na criação de um fundo para a internacionalização, mas também vemos o Governo criar um decreto-lei que cria um fundo que o AICEP vai gerir. Estas são boas intenções, mas justifica-se alguma coordenação para não estarmos a fazer o mesmo”, disse Basílio Horta em declarações à agência Lusa.

Assim, segundo o responsável pela AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal deve haver “uma instituição financeira dedicada exclusivamente ao fomento da internacionalização”, tal como existe noutros países.

Aquando da realização do Congresso das Exportações, em Fevereiro, o presidente da AICEP defendeu a transformação do BPN numa instituição de apoio financeiro à exportação, uma ideia que então foi mal recebida.

“O presidente da Caixa, cuja opinião muito estimo, estendeu que o BPN não era banco indicado para este efeito, mas considero cada vez mais que devia haver uma instituição para coordenar esses esforços”, disse.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.