Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

COTEC quer mais de 100 candidatos a prémio Empreendedorismo

A COTEC Portugal – Associação Empresarial para a Inovação quer ter mais de 100 candidatos na quarta edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa, que pretende reconhecer o trabalho dos portugueses no estrangeiro.

As candidaturas para o Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa foram hoje abertas e decorrem até 26 de Março no site www.cotecportugal.pt/diaspora, e podem candidatar-se portugueses que residam no estrangeiro há mais de cinco anos.

“Estamos a desenvolver esforços para termos mais de 100 candidatos. É o objectivo que fixámos e seria uma decepção não conseguir chegar lá”, disse Filipe de Botton, da direcção da COTEC.

O prémio começou em 2008 com 65 candidaturas, recebeu 68 candidatos no ano seguinte e em 2010 teve 81.

Os EUA são o país que fornecem mais candidatos, seguindo-se o Brasil e França.

A decorrer pelo quarto ano, o Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa pretende premiar e divulgar os portugueses no estrangeiro que se tenham distinguido pelo seu papel empreendedor e inovador nas suas sociedades de acolhimento.

Outros dos objectivos é o de aproximar os empresários portugueses que residem em Portugal e no estrangeiro, através da promoção de encontros denominados one by one.

O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem mais uma vez o alto patrocínio do Presidente da República.

De acordo com o consultor para a Sociedade do Conhecimento da Casa Civil do Presidente da República, “é importante que Portugal conheça melhor o talento e o prestígio da comunidade portuguesa no estrangeiro”.

Jorge Portugal defendeu ainda que a diáspora pode ser “muito importante” para ajudar Portugal a enfrentar dois grandes desafios: a recuperação económica e a criação de emprego.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.