Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Setor deverá produzir 75 milhões automóveis em 2011

O setor automóvel está bem preparado para entrar numa nova era de crescimento, com uma previsão global de produção de veículos ligeiros acima das 75 milhões de unidades, avançam os analistas da Autofacts.

Os analistas da Autofacts destacam que a resiliência e reequilíbrio do sector, quer em mercados maduros como emergentes, deverão proporcionar resultados impressionantes em 2011, sendo a “recuperação, o reequilíbrio e a repercussão” as palavras usadas para caracterizar o sector.

De acordo com os analistas, 2010 pode ser visto como o ano em que a produção automóvel global começou a recuperar, sendo que dos 13,3 milhões de veículos ligeiros, 68% resultaram do volume de recuperação e 32% do novo crescimento orgânico.

A perspectiva global para 2011 está também moldada por três factores: recuperação das vendas de veículos ligeiros nos EUA, dinâmica do mercado chinês e crescimento do mercado automóvel premium.

A Autofacts estima que a venda de 12,5 milhões veículos ligeiros nos EUA é um cenário realista para 2011, mesmo sem a melhoria significativa ao nível do desemprego, a retoma na habitação ou a rápida expansão do crédito.

Para a China, a Autofacts estima que o crescimento seja moderado, depois de o Governo ter reduzido os incentivos ao mercado, antecipando um aumento de 20% nas vendas para 2011, contra o crescimento homólogo de 33% registado em 2010.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.