Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Vieira Silva: «UE não tem demonstrado capacidade suficiente»

O Ministro da Economia, José Vieira da Silva, lamentou hoje que a União Europeia não tenha uma “capacidade maior” para responder à situação orçamental difícil de vários Estados-membros, entre os quais Portugal.

“O conjunto da União Europeia não tem demonstrado capacidade suficiente, na minha opinião, para dar resposta às dificuldades que a Europa vive”, disse Vieira da Silva à margem de uma reunião em Bruxelas, acrescentando que não se refere apenas ao caso português.

A Grécia e a Irlanda foram obrigadas a pedir ajuda europeia depois de os mercados financeiros terem mostrado dúvidas sobre a capacidade dos respetivos governos para pagar a dívida pública.

“Os riscos pelos quais estão a passar alguns países da EU são riscos que não deixam de afetar a Europa no seu todo”, declarou o ministro da Economia.

Vieira da Silva reconheceu que as políticas de austeridade “são difíceis de concretizar” e que Portugal tem o plano “mais ambicioso da EU” depois da Irlanda, “extremamente exigente”, “duro” e que “exige sacrifícios”.

O ministro espera que a Assembleia da República aprove sexta feira definitivamente o Orçamento para 2011.

“Não basta aprová-las [as medidas], é preciso concretizá-las e o ano de 2011 será decisivo”, concluiu.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.