Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

F. Pública: Concursos externos autorizados são para prosseguir

O secretário de Estado da Administração Pública garantiu hoje que os concursos externos autorizados são para prosseguir, esclarecendo que o despacho publicado na sexta feira dá apenas orientações relativamente às posições remuneratórias de entrada.

Segundo Gonçalo Castilho dos Santos, deixa assim de ser possível haver uma negociação “para níveis remuneratórios acima da primeira posição dessas carreiras”.

Assim, os concursos de admissão de pessoal devem prosseguir “desde que devidamente autorizados”.

Castilho dos Santos falava aos jornalistas no final de uma reunião com a Frente Sindical da Administração Pública (FESAP).

“É um despacho de gestão”, sublinhou o governante, referindo que não está em causa suspender concursos, mas sim a orientação de que “deixa de ser possível haver negociação de valorização” no ingresso na Administração Pública.

O esclarecimento do secretário de Estado surge no âmbito da publicação na sexta feira de um despacho publicado pelo Ministério das Finanças sobre os procedimentos na admissão na carreira.

Para Nobre dos Santos, da FESAP, houve, da parte dos serviços “atitudes precipitadas e incompreensíveis” que deram origem a mal-entendidos no que respeita aos concursos atualmente em vigor.

O sindicalista, afeto à UGT, prefere no entanto aguardar pela aprovação das medidas inscritas no Orçamento de Estado na Assembleia da República para perceber até onde irão estas medidas de contenção na Função Pública.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.