Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Sonigate Leiritrónica constrói uma das maiores lojas de electrónica e som da Península Ibérica

O futuro edifício da Sonigate Leiritrónica, na zona Industrial da Barosa, cujas obras acabaram de arrancar, vai dar corpo a «uma das maiores lojas de som, informática e electrónica da Península Ibérica», revela a empresa em comunicado.

Com um total de 6000 metros quadrados, estará dividido em dois pisos distribuídos entre loja, apoio administrativo e logística. Das principais áreas – áudio, informática e electrónica – a aposta incidirá no negócio do áudio, que estará segmentado em função das mais diversas soluções e terá um espaço dedicado à actuação de bandas.

«Com as novas instalações não se pretende um local de simples transacção, mas um espaço onde as pessoas possam estar à vontade, experimentar os mais diversos instrumentos e equipamentos e terem momentos de pura distracção», comenta José Marques, administrador da empresa.

O objectivo passa por «transformar a actual loja num hipermercado de tecnologia onde todos os produtos possam estar expostos», o que não acontece actualmente, uma vez que cerca de 30% das referências se encontram guardadas em armazém, adianta o responsável.

Há 26 anos no mercado, a empresa começou num espaço de poucos metros instalados num vão de escada junto ao Hospital Velho, passando pela Quinta de Santo António (200 metros quadrados) e Gândara dos Olivais (1800 metros quadrados), pretendo agora construir um espaço amplo que permita aos clientes circular pela loja e pegar nos produtos.

Com cerca de 40 colaboradores, a Sonigate Leiritrónica vai agora juntar nas mesmas instalações as actividades de revenda e venda a retalho, representando as principais marcas do seu sector.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.