Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Ernâni Lopes diz que salários da função pública têm de descer

O antigo ministro das Finanças, Ernâni Lopes, defendeu hoje o corte nos salários da função pública, como forma de reduzir o défice orçamental para 2010, pois não há mais margem de manobra para cortar na despesa.

“O único ponto em que o Governo poderá reduzir as despesas é baixar os salários, pois não vejo mais margem de manobra”, disse o economista, à margem da 5.ª Conferência sobre “Os grandes Desafios de Portugal nos Alvores do século XXI”, organizada pelo semanário SOL, em Lisboa.

Embora não recomende “uma discussão descoordenada e a excitação” em relação à análise dos problemas do futuro de Portugal, Ernâni Lopes disse que a Letónia baixou os salários da função pública em 20% e que a Grécia os reduziu ainda mais.

Apelando à memória dos portugueses, após ter apresentado um estudo da SAER (Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco) sobre inovação e internacionalização, Ernâni Lopes, garantiu que “os salários da função pública já baixaram no último ano e que, em 1983, o corte foi da ordem dos 10% ou mais”.

Ernâni Lopes considerou ainda que o Governo, para cumprir a meta prevista para o défice orçamental, de 7,3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, tem de “tomar mais medidas”, uma vez que lhe parece “muito mal” o aumento da receita pela via dos impostos.

“Eu acho que [a subida dos impostos] já passou todas as barreiras do que se pode executar e só há um modo de baixar a despesa”, afirmou.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.