Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Empresas: Insolvências aumentaram 10,1% no primeiro semestre

Os processos de insolvência iniciados no primeiro semestre de 2010 aumentaram 10,1 por cento em relação ao período homólogo, sendo que o distrito do Porto representa mais de um quarto dos processos.

De acordo com o Barómetro Empresarial do primeiro semestre de 2010 realizado pela Informa D&B, os processos de insolvência iniciados aumentaram 10,1 por cento nos primeiros seis meses, de 1.806 para 1.989 empresas.

Mais uma vez, o Porto é o distrito onde foram iniciados mais processos de insolvência, com 516 das 1.989 empresas, seguido pelos distritos de Lisboa, com 375 empresas, e de Braga com 300 processos.

Os setores da indústria transformadora e da construção representam metade dos processos de insolvência iniciados nos primeiros seis meses de 2010, com 563 e 425 empresas respetivamente.

Segundo o Barómetro Empresarial do primeiro semestre, as constituições de empresas aumentaram 3,1 por cento em relação ao mesmo período de 2009, tendo sido criadas 16.892 sociedades, uma tendência que se atenuou nos últimos três meses.

No primeiro trimestre, foram constituídas 9.296 empresas e de abril a junho este valor baixou para 7.596.

Cerca de um quarto das constituições aconteceram no distrito de Lisboa (4.541) e o setor predominante foi o dos serviços, com quase 35 por cento do total de empresas criadas (5.848).

Agricultura, pecuária, pesca e caça são os setores em que se registou a maior quebra (de 19,2 por cento) na constituição de empresas até junho.

O Barómetro Empresarial do primeiro semestre de 2010 realizado pela Informa D&B revela ainda uma quebra de 6,1 por cento nas dissoluções naturais de empresas no primeiro semestre face ao período homólogo.

Nos primeiros seis meses, foram dissolvidas 5.652 empresas, das quais cerca de 30 por cento tinham sede em Lisboa, com o serviços a representar perto de um quarto das dissoluções naturais.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.