Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Trabalho: Pequim vai duplicar «subsídio de calor»

O subsídio mensal de trabalho em dias de calor em Pequim vai duplicar, para 120 yuan (14 euros), compensando as temperaturas recorde registadas nos últimos dias na cidade, anunciou hoje a imprensa local.

O aumento, que entrará em vigor este mês, está relacionado com o trabalho prestado ao ar livre sob temperaturas superiores a 33 graus. Nos recintos cobertos, mas com idênticas temperaturas, o “subsídio de calor” também duplicou, de 45 para 90 yuan (11 euros).

É a segunda grande medida de caráter social adotada este mês em Pequim, depois do aumento de 20 por cento do salário mínimo, para 900 yuan (117 euros), que beneficiou cerca de 100 000 trabalhadores.

Na terça-feira, a temperatura em Pequim ultrapassou os 41 graus, o que não acontecia há mais de meio século, e no asfalto de algumas estradas chegou aos 68 graus.

Segundo o jornal Notícias de Pequim, um dos mais populares da cidade, os termómetros subiram mesmo aos 43,2 graus.

Os consumos de eletricidade e de água atingiram igualmente valores recordes.

No caso da água, o consumo da segunda-feira passsada (2,86 milhões de metros cúbicos) “aproximou-se do limite da capacidade de abastecimento” do município, disse o jornal Global Times.

Comparada com os últimos dois dias, a máxima prevista para hoje na capital chinesa parece quase amena: 36 graus.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.