Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Roménia elimina 54 mil empregos, corta salários e aumenta IVA

O governo romeno (centro-direita) anunciou hoje que tenciona suprimir 54 mil postos de trabalho na administração local, no âmbito de uma reestruturação destinada a conter o défice público nos limites impostos pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

A esta decisão acresce uma diminuição de 25% dos salários do sector público, que entrou hoje em vigor, e um aumento do IVA de 19 para 24%.

“Há 53.432 postos de trabalho na administração territorial que ultrapassam as normas estabelecidas”, indicou o ministro do interior, Vasile Blaga.

A nível dos ministérios poderá haver ainda a eliminação de outros postos de trabalho.

“Fixámos um quadro legal para as reestruturações. É possível que haja uma eliminação de mais empregos no âmbito deste processo”, declarou à agência France Presse uma porta-voz do governo, Ioana Muntean.

A Roménia está a tentar manter o défice público em 6,8% do PIB em 2010 em troca de uma ajuda global de 20 mil milhões de euros do Fundo Monetário Internacional (FMI), da União Europeia e do Banco Mundial.

Na sexta-feira, o FMI deverá decidir desbloquear 900 milhões de euros.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.