Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

População chinesa rondará 1400 milhões em 2015

A população da China rondará os 1400 milhões em 2015, altura em que pela primeira vez a maioria dos chineses viverá em cidades, anunciou hoje a imprensa oficial.

No final de 2015, o número de chineses residentes nas zonas urbanas atingirá 700 milhões e, pela primeira vez, a população urbana ultrapassará a rural, disse Li Bin, diretora da Comissão Nacional da População e Planeamento Familiar.

A população quase duplicou nos primeiros trinta anos de governo comunista, para cerca de 1.000 milhões, mas o crescimento abrandou com a drástica política de controlo da natalidade, «um casal, um filho», imposta no final da década de 1970.

O crescimento da população chinesa nas últimas três décadas foi 40 por cento inferior ao dos trinta anos anteriores e no final de 2008, somava «apenas» 1.320 milhões de habitantes.

Também em 2015, a população com mais de 60 anos (a idade da reforma) chegará a 200 milhões.
No final da década, a percentagem dos que têm entre 15 e 59 anos «começará lentamente a cair», mas «o país continuará a ter mão de obra suficiente», disse um demógrafo citado pelo jornal China Daily.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.