Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Parlamento finlandês autoriza dois reactores nucleares

O parlamento finlandês aprovou hoje o pedido do Governo para a construção de dois novos reactores nucleares pelas empresas TVO e Fennovoina. A nova primeira-ministra finlandesa, Mari Kiviniemi, congratulou-se com a votação que permitirá ao Governo aumentar a produção de energia nuclear do país.

“É uma das decisões mais importantes do meu Governo porque vai melhorar a competitividade da Finlândia, criar novos empregos e assim aumentar o crescimento” económico, declarou.

“A construção do reactor deverá começar em 2014 e este deverá produzir electricidade em 2020”, afirmou o administrador da Fennovoima, Tapio Saarenpaa, em comunicado.

Cada projecto foi avaliado por votos de consciência e não partidários. O projecto da Fennovomia foi aprovado com 121 votos favoráveis, 71 contra e duas abstenções, enquanto o da TVO recebeu 120 votos a favor, 72 contra e duas abstenções.

A diferença de votos entre os dois projectos explica-se por existirem deputados favoráveis à construção de uma única central suplementar. Os Verdes votaram contra os dois projectos.

“Estou muito decepcionada”, comentou a ministra do Trabalho, Anni Sinnemaeki, que também dirige os Verdes.

A Finlândia já tem quatro reactores nucleares, construídos nos anos 1970. Um reactor EPR de nova geração está a ser construído no sudoeste do país pelas empresas francesa Areva e alemã Siemens.
O Governo de centro direita de Matti Vanhanen, que entretanto se demitiu, tinha anunciado a 21 de Abril que pretendia construir dois novos reactores nucleares no país.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.