Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Luanda é cidade mais cara do Mundo

Luanda é a cidade mais cara do Mundo, segundo a edição de 2010 do estudo «Cost of Living Survey» lançado hoje pela consultora Mercer. Tóquio está na 2ª posição e Ndjamena em 3º lugar, seguida por Moscovo e Genebra. O «top tem» inclui três cidades africanas, três asiáticas e quatro europeias. Karachi, a capital financeira do Paquistão e uma das cidades mais populosas do mundo (18,5 milhões de habitantes) ocupa o último lugar da tabela. Em média, Luanda é três vezes mais cara que a antiga capital Paquistanesa.

Este estudo da Mercer cobre 214 cidades (eram 143 em 2009) de todos os continentes e mede o custo comparativo de mais de 200 produtos representativos dos padrões de consumo dos executivos expatriados, incluindo habitação, transportes, alimentação, vestuário, bens domésticos e entretenimento.

O alojamento na capital angolana triplica em relação a Lisboa e duplica quando comparado com Tóquio. Outro dos preços comparativos utilizados neste estudo é o preço de uma refeição fast food com hambúrguer. Em Lisboa, o menu completo fica pelos 4.65 Euros, mais caro que em Londres (4.53 Euros) e Pequim (2.51 Euros), mas muito mais barato que os 12.7 Euros que custa esta refeição em Luanda.

A edição de 2010 do estudo inclui mais cidades africanas do que as edições anteriores, reflectindo a importância económica crescente desta região em vários sectores de actividade.

No que respeita ao continente Americano, as cidades brasileiras estão entre as mais caras, em resultado do fortalecimento do real relativamente ao dólar americano. São Paulo ocupa a 21ª posição do ranking e o Rio de Janeiro a 29ª. Nova Iorque (27) é a cidade mais cara dos Estados Unidos, seguida por Los Angeles (55). Diogo Alarcão explica a descida das cidades norte-americanas com «o enfraquecimento do dólar americano e uma descida nos preços de arrendamento de habitação. No entanto, como se regista um fortalecimento do dólar desde Março, esta situação pode mudar».

Na Ásia, Tóquio (2) e Osaka (6) são as cidades mais caras, embora existam muitas outras cidades asiáticas entre as primeiras 20 posições da tabela. Foram incluídas nesta edição do estudo mais sete cidades chinesas, o que espelha a crescente implementação de multinacionais fora dos destinos tradicionais de Pequim, Xangai e Hong Kong.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.