Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

G20: Vieira da Silva apoia taxas aos bancos

O ministro da Economia apoiou hoje a criação de uma taxa sobre os bancos, que vai ser discutida na reunião do G20, a partir de sexta feira no Canadá, considerando que esta medida permite repartir os custos da crise.

«Portugal infelizmente não faz parte do G20», afirmou Vieira da silva à margem de um encontro de cooperação entre os países de língua portuguesa e a China, hoje em Lisboa, e acrescentou que as expetativas portuguesas são as que correspondem aos objetivos da União Europeia, que «apontam vantagem em taxas a aplicar ao sector financeiro».

«Portugal naturalmente partilha essa posição. Era bom que o G20 se orientasse nesse sentido [taxar os bancos] para que os efeitos da crise que vivemos, que recaem em grande parte nos contribuintes, possam ser repartidos», afirmou Vieira da Silva.

A partir de sexta feira, os chefes de Estado e de governo do G8 e do G20 – as maiores economias do mundo – reúnem-se no Canadá para relançar a cooperação internacional e debater as divergências sobre assuntos polémicos.

A dívida pública, a regulação e a tributação do sector financeiro e a coordenação das políticas económicas para o interesse comum são alguns dos temas em discussão durante as reuniões.

A primeira cimeira será a do G8 – Alemanha, França, Itália e Reino Unido, Canadá, Estados Unidos, Japão e Rússia – que se realiza em Huntsville, Ontário (sudeste) na sexta feira e sábado.

A cimeira do G20 – além dos países do G8, inclui África do Sul, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, China, Coreia do Sul, Índia, Indonésia, México.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.