Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Delegação empresarial chinesa visitará Moçambique em Julho

Uma delegação de 50 empresários chineses, entre os quais “gestores ou proprietários de algumas das maiores empresas do país”, está a planear deslocar-se a Moçambique em Julho para “analisar oportunidades de investimento”, anunciaram hoje fontes moçambicanas.

O anúncio foi feito em Xangai, a capital económica da China, após um encontro do primeiro-ministro moçambicano, Aires Ali, com o líder de um consórcio financeiro chinês e outros empresários locais.
Aires Ali “disse aos empresários estar certo de que, depois de verem as oportunidades disponíveis em Moçambique, eles não teriam dúvidas que este é o país para o seu capital”, relatou a agência noticiosa moçambicana AIM.

Ainda em Xangai, a última etapa de uma visita de seis dias à China, Aires Ali visitou duas grandes empresas do sector das telecomunicações: a ZTE, que é parceira da TDM (Telecomunicações da Moçambique), e a Huawei.

A visita, iniciada na quarta-feira em Pequim, “ultrapassou as expectativas”, disseram fontes diplomáticas moçambicanas. Um dos acordos alcançados diz respeito à última fase da modernização do Aeroporto Internacional de Maputo, obra orçada em 65 milhões de dólares (53 milhões de euros), e que deverá arrancar ainda este ano com financiamento do Export-Import Bank of China (EXIM).

Outro banco directamente tutelado pelo Conselho de Estado chinês, o China Development Bank, vai “disponibilizar” 80 milhões de dólares (65,2 milhões de euros) para construir uma fábrica de cimento na província de Sofala e mais 20 milhões de dólares (16,3 milhões de euros) para uma unidade de processamento de algodão em Magude, no sul do país.

Aires Ali viajou com quatro ministros: Finanças (Manuel Chang), Obras Públicas e Habitação (Cadmiel Muthemba), Transportes e Comunicações (Paulo Zucula) e Recursos Minerais (Esperança Bias).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.