Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

CIP apreensiva com possível corte no crédito às empresas

O possível corte do crédito bancário às empresas, como consequência do reforço de capitais próprios dos bancos deixa «apreensivo» o futuro presidente da CIP — Confederação Empresarial de Portugal, que deverá reunir-se esta semana com a Associação Portuguesa de Bancos.

O jornal i noticia hoje que a Associação Portuguesa de Bancos (APB) entregou uma carta ao comissário europeu Michel Barnier, onde demonstra a sua preocupação com as regras que poderão ser implementadas no âmbito do sistema de regulação bancária Basileia III, incluindo o reforço de capitais próprios.

Para a APB, a obrigação de os bancos reforçarem ainda mais os seus capitais próprios poderá reduzir o financiamento dos bancos às empresas «com implicações negativas para o investimento reprodutivo e para o crescimento na economia portuguesa».

«Se é a APB que alerta para esta situação, obviamente deixa-nos bastante apreensivos”», disse hoje à Lusa António Saraiva, atual presidente da Confederação da Indústria Portuguesa e futuro líder da CIP – Confederação Empresarial de Portugal.

«Se não houver bom senso em termos de concessão de crédito e do custo desse crédito temos de avaliar a situação e encontrar soluções para minorar problema das empresas», acrescentou.

A CIP e a APB vão reunir esta semana, com a confederação empresarial a querer, segundo António Saraiva, «perceber a razão porque a própria banca está com dificuldades acrescidas em se financiar».

«Queremos encontrar formas de agilizar ou corrigir situações que detetamos que são anómalas, nomeadamente na revisão de contratos e subida de spreads», disse o futuro líder da nova estrutura associativa patronal, que agrupa Associação Empresarial de Portugal (AEP), Associação Industrial Portuguesa – Confederação Empresarial (AIP-CE) e Confederação da Indústria Portuguesa (CIP).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.