Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

China: crédito mal parado pode aumentar, alerta regulador

O regulador bancário da China alertou que o crédito mal parado no país se arrisca a aumentar, sobretudo no setor imobiliário, que atraiu 76% dos empréstimos concedidos em 2009, disse hoje a imprensa local, citada pela Lusa.

O relatório anual da Comissão Reguladora da Actividade Bancária na China indica que os empréstimos concedidos pelos bancos chineses em 2009 para estimular a economia atingiram o montante recorde de 9,6 biliões de yuan (1,14 biliões de euros), segundo o jornal oficial China Daily.

Cerca de 7,33 biliões de yuan (875.750 milhões de euros) foram créditos para o imobiliário, setor que os analistas consideram especialmente especulativo.

O aumento de preços naquele setor abrandou ligeiramente em maio (menos 0,4 pontos percentuais que no mês anterior), mas manteve-se acima de 12% (mais 12,4% em relação a igual período de 2009).

«A solidez do sector bancário está a ser testada pela crescente pressão em torno de um aumento do crédito mal parado, do potencial risco associado às finanças dos governos locais e pela sobre-capacidade do setor imobiliário e da industria», diz o relatório, citado pelo jornal.

A percentagem média do crédito bancário mal parado na China era de 1,6% no final de 2009, abaixo dos 2,4% registados um ano antes.

Apesar da crise global, a economia chinesa cresceu 8,7% em 2009 e para este ano o Fundo Monetário Internacional prevê um crescimento de 9,5%.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.