Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Banca: Vieira da Silva «preocupado» dificuldades financiamento

O ministro da Economia, Vieira da Silva, mostrou-se hoje preocupado com as dificuldades de financiamento da banca e com os efeitos que esta situação poderá ter na economia portuguesa.

«Só quem não acompanha a situação internacional e financeira que vivemos na Europa é que não está preocupado com a situação [dos bancos]. Preocupa-nos, não só pelos seus efeitos diretos, como também pelos efeitos indiretos no financiamento da economia portuguesa», declarou o governante, à margem da cerimónia de inauguração do primeiro ponto de carregamento da rede de carros elétricos em Portugal.

Salientando que «o Governo e o Estado fazem todos os possíveis para encontrar medidas, quer no espaço do debate europeu, quer no espaço nacional, para apoiar melhores condições de financiamento para o conjunto da economia, incluindo o setor financeiro», Vieira da Silva afirmou que, a nível das empresas, têm sido criados instrumentos que ajudam a manter os níveis de financiamento adequados às PME.

«Do ponto de vista global, são outras medidas que terão de envolver decisões à escala europeia», acrescentou.

Questionado sobre a reunião do primeiro ministro com os cinco principais banqueiros nacionais para discutir a escassez do crédito, Vieira da Silva escusou-se a comentar o assunto, argumentando que não esteve presente na reunião e não falou com José Sócrates.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.