Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

PME Investe disponibiliza 750 milhões para as empresas

Aprovada a semana passada, a linha PME Investe tem uma dotação inicial de 750 milhões de euros, que pode chegar até aos dois milhões de euros até ao fim do ano, e que permite candidatura de empresas com dívidas ao Estado, refere a Lusa.

O presidente do IAPMEI, Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e ao Investimento, Luís Filipe Costa, adiantou que a nova linha de crédito «pode ser utilizada até 30% do empréstimo para regularizar dividas junto da Segurança Social e do Fisco, quando antes não se permitia candidaturas de empresas que não tivessem a situação não regularizada».

Luís Filipe Costa anunciou ainda uma segunda novidade «para as empresas que não tiveram acesso a nenhuma das linhas PME Investe anteriores em que a cobertura pela garantia mútua será de 65% em vez dos 50% habituais». A PME Investe V introduz também «a possibilidade de recusa de operações por parte do banco», ou seja, «os pedidos de financiamento são objecto de decisão inicial por parte do banco, em caso de recusa da operação, bastará ao banco dar conhecimento da sua decisão ao cliente».

A nova linha de crédito alarga o acesso às Regiões Autónomas do Açores e da Madeira e aumenta em um ano o prazo das operações (de cinco para seis anos na Linha Geral e de três para quatro anos na Linha Micro e Pequenas Empresas). Dos 750 milhões de euros inicialmente disponibilizados pela nova linha de crédito, 250 milhões de euros são dedicados às micro e pequenas empresas.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.