Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Novo logótipo biológico obrigatório a partir de Julho

O novo logótipo para produtos biológicos foi publicado pela Comissão Europeia no jornal oficial da União Europeia. A partir de 1 de Julho será obrigatório e introduzido no mercado por um período de transição de dois anos, refere o jornal Ciência Hoje.

O logótipo biológico, quando utilizado num produto, indica que o mesmo cumpre as regras europeias aplicáveis à agricultura biológica. O logo será acompanhado de um novo instrumento de identificação dos produtos – o número de código do organismo de certificação, em formato normalizado – e de uma indicação do local em que foram cultivadas as matérias-primas agrícolas que compõe o produto.

O novo design mostra 12 estrelas, sob a forma de uma folha, sobre um fundo de bandeira verde. Esta «Eurofolha» foi concebida por Dušan Milenković, que ganhou o concurso do logótipo biológico da EU. O novo logótipo destina-se a reforçar a confiança do consumidor e a promover o sector biológico europeu. Será utilizado dentro e fora das fronteiras da EU nos produtos biológicos pré-embalados, relembra o portal.

LE com Ciência Hoje

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.