Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena «repensa» estratégia no negócio de media

O Grupo Lena está a repensar a sua estratégia na área da comunicação social, admitindo fazer crescer a sua sub-holding Lena Comunicação através da aquisição de novos projectos e constituição de parcerias ou vir a sair do sector da comunicação social, alienando este activo que tem a maior rede de jornais regionais do País e o diário nacional i, revela em comunicado.

«A decisão sobre o reforço do Grupo Lena na área da comunicação social ou a saída deste sector está a ser analisada pela administração e accionistas, no quadro de vários cenários de reestruturação do próprio portfólio de empresas e áreas de negócio do Grupo Lena», explica, adiantando que, «de momento, existem vários cenários em avaliação quer para o reforço, quer para a alienação da área de comunicação social, envolvendo grupos nacionais e estrangeiros».

Esta avaliação surge «no quadro de uma reorganização profunda em curso no Grupo Lena, que decidiu já grandes crescimentos nas áreas da construção, ambiente e energia». Nas áreas da construção o grupo tem uma carteira de encomendas superior a 1,5 mil milhões de euros e no ambiente e energia prepara-se para investir mais de 500 milhões de euros até 2015.

A Lena Comunicação alcançou em 2009 um volume de negócios de 11,3 milhões de euros, o que representou cerca de 1,6% do volume global de negócios do Grupo Lena.

A Lena Comunicação é proprietária do diário nacional i, lançado em Maio de 2009 e eleito jornal europeu do ano. A rede regional de publicações da Lena Comunicação é constituída por jornais nos distritos do Porto (Grande Porto), Aveiro (O Aveiro e Jornal da Bairrada), Viseu (Jornal do Centro), Coimbra (Diário As Beiras), Leiria (Região de Leiria e O Eco), Santarém (O Ribatejo, Jornal de Abrantes e Negócios & Notícias) e Faro (O Algarve). Tem ainda rádios regionais e uma editora.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.