Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

BPP: Megafundo disponível para clientes até 19 de Março

Até 19 de Março, os clientes de retorno absoluto do Banco Privado Português (BPP) poderão aderir ao Fundo Especial de Investimento (FEI), refere a Lusa, explicando que a CMVM aceitou o prolongamento do prazo de adesão solicitado pelo banco.

A entidade liderada por Carlos Tavares refere que «A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários [CMVM] deliberou aprovar (…) a prorrogação, até dia 19 do corrente mês, do período de aceitação da oferta pública geral e voluntária de aquisição de ‘loan notes’ emitidas por 63 sociedades sedeadas nas Ilhas Virgens Britânicas detidas pelos clientes do BPP e do BPP Cayman».

O supervisor dos mercados decidiu aprovar a Adenda ao Prospeto de Oferta Pública de Aquisição relativa à alteração do prazo de oferta mencionado.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.