Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Lenobetão adquire novo software de gestão produtiva

A Lenobetão implementou recentemente na sua actividade o sistema qualidade, que envolve um software tem como objectivo a gestão e o controlo da produção de betões em conformidade com a norma NP EN 206-1, revela em comunicado.

«Actualmente, em termos estratégicos para a empresa, torna-se imprescindível a existência de um processo de produção altamente ajustado às exigências do mercado, bem como uma transmissão fidedigna da informação para que seja possível proceder a ajustes nos parâmetros de produção em tempo real, de forma a optimizar custos», explica a empresa.

Este novo sistema potencia uma maior transparência e um maior controlo da produção, permitindo igualmente a simplificação dos processos em laboratório, o que, para além de aumentar a rapidez do tratamento da informação, evita a probabilidade de ocorrência de erro humano bem como a duplicação de tarefas.

Os pontos positivos a assinalar, segundo a empresa, são a simplificação dos processos existentes, quer a nível de laboratório quer a nível de controlo de produção; maior rapidez na disponibilização da informação aos utilizadores finais e a redução de gastos em papel.

A Lenobetão está inserida na área da indústria da Lena Construções, área que integra ainda empresas como a Artiportela, Britatlântico, Profitinta, Roadpaint, Lena Agregados e Linear.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.