Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

Estudante do IPL conquista segundo lugar em concurso internacional de cerâmica

Paulo Seco, estudante do 3.º ano do curso de Design de Cerâmica e Vidro, da Escola de Artes e Design (ESAD.CR, em Caldas da Rainha), do Instituto Politécnico de Leiria (IPL) venceu o segundo Prémio do Concurso Indi – Revestimentos Cerâmicos, no valor de 1,800 euros, revela o IPL em comunicado.

O prémio é promovido pela Feira Internacional de Valência (Cevisama), em Espanha, e o aluno foi distinguido pelo trabalho BioWave, tendo sido o único português premiado.

O trabalho, que surgiu no âmbito da unidade curricular de Projecto do curso de Design de Cerâmica e Vidro, teve a participação de todos os estudantes da cadeira.

O BioWave, elaborado em grés, com 700mm x 150mm x 50mm de medida, é uma solução de protecção de fachadas, que promove a diminuição da energia utilizada na climatização dos edifícios. Através da plantação de plantas de folha caduca nas unidades de BioWave, a folhagem funcionará como filtro solar nos meses de maior exposição, possibilitando a incidência dos raios durante o Inverno. A montagem das peças é feita através de um sistema similar ao das fachadas ventiladas, permitindo a sua aplicação em edificados existentes.

O Concurso Indi – Revestimentos Cerâmicos tem como objectivo principal apoiar as novas gerações de designers, tendo o júri do concurso premiado trabalhos que representassem uma simbiose entre a cerâmica e a natureza.

Com categorias divididas em produtos cerâmicos formados por prensagem a seco, e em produtos de cerâmica feitos por outros métodos, o concurso recebeu 250 candidaturas, das quais 70 de escolas estrangeiras. A entrega de prémios decorreu a 12 de Fevereiro, em Valência.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.