Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

UNCTAD: Investimento directo estrangeiro caiu 39% em 2009

O investimento directo estrangeiro caiu 39% em 2009 em relação ao ano anterior, segundo um estudo da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD) publicado hoje, que prevê uma retoma ligeira este ano.

Os investimentos directos no estrangeiro (IDE), que compreendem nomeadamente as fusões e aquisições e os capitais que circulam nos mercados e entre as sucursais de empresas, atingiram 697 mil milhões de euros (1,0 mil milhões de dólares) em 2009 contra 1,186 mil milhões de euros (1,7 mil milhões de dólares) em 2008, de acordo com os cálculos da UNCTAD.

«Os indicadores do quarto trimestre de 2009 não mostraram sinal de retoma», sublinha a UNCTAD, recordando nomeadamente que as fusões e aquisições no estrangeiro tinham sido muito afectadas no final do ano, apesar de terem resistido nos três primeiros trimestres de 2009. No ano passado registaram uma quebra de 66% em relação a 2008, adianta a UNCTAD, que considera ser «contudo provável que em 2010 tenha lugar uma retoma ligeira dos fluxos, quando as condições de investimento melhorarem em muitos países».

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.