Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Câmara de Leiria admite vender estádio

O presidente da Câmara de Leiria admitiu segunda-feira à noite vender o estádio municipal, que considera ser o grande responsável pela situação financeira da autarquia, apontando esta como a solução ideal para o município e para o concelho, revela a agência Lusa.

Na sessão da Assembleia Municipal de Leiria e após ser interpelado por um membro do PSD que solicitou explicações sobre esta matéria, Raul Castro, independente eleito pelo PS, explicou que existem três hipóteses para o estádio: manter a presente situação, sob a alçada da empresa municipal Leirisport, a venda a um investidor privado e passar a sua gestão para a União Desportiva de Leiria.

Raul Castro diz à Lusa que, a manterem-se as actuais circunstâncias, o estádio vai continuar a ser para a autarquia «um sorvedouro de dinheiro que devia ser aplicado noutras obras». «Temos que buscar todas as hipóteses de rentabilizarmos aquele espaço. E, naturalmente, que sabendo nós que há investidores a fazê-lo em Inglaterra e agora em Espanha, também não custa nada», afirmou, defendendo que «a venda seria o ideal para a autarquia e para o próprio concelho», que assim poderá ter «acesso aos recursos que estão a penalizar gerações futuras».

O responsável diz que o orçamento inicial para as obras de ampliação era de 19,5 milhões de euros, mas o custo do estádio, incluindo a aquisição de terrenos, está neste momento «acima dos 90 milhões». O recinto «está a servir um grupo muito reduzido de munícipes leirienses» e custa à autarquia cinco mil euros por dia, revelou o autarca.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.