Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Aprovado crédito de 50 milhões para reforço das empresas agrícolas

O Governo aprovou hoje uma linha de crédito de 50 milhões de euros destinada às empresas dos sectores agrícola e pecuário para reforço das condições de tesouraria com uma bonificação média de 85%. O decreto foi apresentado em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros, pelo titular das pastas da Agricultura e Pescas, António Serrano.

Segundo o ministro da Agricultura, a linha de crédito «é de extrema importância para o sector agro-pecuário, porque se orienta para a melhoria das condições de tesouraria dos agricultores, incluindo na agricultura o sector da cortiça».

«Trata-se de uma linha bonificada em termos médios na ordem dos 85%, sendo diferente das restantes, porque pode ser amortizada num prazo de seis anos, com um período de carência de dois anos. Esta linha de crédito aumenta a linha de crédito para a agro-indústria, que vê aumentado o seu crédito em mais de 25 milhões de euros», apontou o membro do Governo.

Para o ministro da Agricultura, na presente conjuntura, «o objectivo central é dar resposta a uma situação de crise que o sector tem vivido».

«A preocupação do Governo é reduzir custos de produção no sector agrícola. Dentro em breve, sairá um despacho com a comparticipação dos custos energéticos na área agrícola e pecuária, em que se pagará 20% da factura energética das explorações», adiantou António Serrano.

Para reforço da tesouraria, o Governo, ainda de acordo com o ministro da Agricultura, «reforçará o pagamento a tempo e horas».

«No passado dia 2 já foram pagos 295 milhões de euros a 150 mil agricultores que tinham a situação totalmente regularizada em termos de controlos administrativos. À medida que outros agricultores forem regularizando as respectivas situações, iremos também fazendo os pagamentos – trabalho que deverá estar concluído até Fevereiro», disse ainda.

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.